<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15754125\x26blogName\x3ddaquilo+que+vibra\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://doverbovibrar.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://doverbovibrar.blogspot.com/\x26vt\x3d2615184620448930177', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

daquilo que vibra

poesia, opinião e devaneios; ou tudo isso junto e temperado

segunda-feira, novembro 28, 2005

Esta música eu ouvi pra você


Escravo da Alegria
(Composição: Mutinho e Toquinho)

E eu que andava nessa escuridão
de repente foi me acontecer
me roubou o sono e a solidão
me mostrou o que eu temia ver
sem pedir licença nem perdão
veio louca pra me enlouquecer

Vou dormir querendo despertar
pra depois de novo conviver
com essa luz que veio me habitar
com esse fogo que me faz arder
me dá medo e vem me encorajar
fatalmente me fará sofrer

Ando escravo da alegria
e hoje em dia, minha gente, isso não é normal
Se o amor é fantasia
eu me encontro ultimamente em pleno carnaval

Vou dormir querendo despertar
pra depois de novo conviver
com essa luz que veio me habitar
com esse fogo que me faz arder
dá medo e vem me encorajar
fatalmente me fará sofrer

Ando escravo da alegria
e hoje em dia, minha gente, isso não é normal
Se o amor é fantasia
eu me encontro ultimamente em pleno carnaval

segunda-feira, novembro 21, 2005

Lindinhos



Vocês são uns lindos
Dedé e João na correria da 51ª Feira do Livro de Porto Alegre
Muack!

vida pós-Feira


Acabou
Acabou a Feira do Livro
Acabou meu trampo literário de seis meses
Acabou a expectativa
Acabou as 10 horas de trabalho em pé diário
Acabou as idéias
Acabou as desculpas para não voltar a DANÇAR. dançar em letras maiúsculas mesmo
Não acabou o medo
Não acabou a lembrança de estar tempos parada, lesão, remédios, fisioterapia, falta de grana, falta de tempo, mudança do antigo ambiente de dança-trabalho, escolha de para onde ir, zerar tudo de novo
Não acabou a inércia de não saber assumir
Mas começou muito
Muito começou em tão pouco tempo
Começo de coisa boa
De tempo quente e feliz
De coragem bem forte
De certeza
De liberdade
De muito amor
De acordar de manhã e não saber para onde ir
E ter que olhar tudo isso de frente
Tudo isso começou a me olhar na cara
...

sexta-feira, novembro 04, 2005

La Bruja


"Sabrina, la bruja adolescente."
Juan Claudio Lechín, escritor boliviano.

Um boliviano mui charmoso, que diz ser surfista da contra-onda do lago Oititica.
A Feira tem dessas.

terça-feira, novembro 01, 2005

Poesia Microchip

"Poesia microchip agride hippie, rastafari, boemia e rock'n roll
Por essas e outras é que penso: o que será do senso? O que será do soul?"

banda Fazenda Modelo - RJ

Esses caras são ótimos, tem muita coisa boa.