<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15754125\x26blogName\x3ddaquilo+que+vibra\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://doverbovibrar.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://doverbovibrar.blogspot.com/\x26vt\x3d2615184620448930177', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

daquilo que vibra

poesia, opinião e devaneios; ou tudo isso junto e temperado

quarta-feira, outubro 19, 2005

Wu Ming e Cavazzoni na Feira

Pessoas
A Feira do Livro é ótima e tem toda sua programação gratuita, com participantes locais, nacionais e internacionais. Mesmo assim muitas palestras ficam vazias, e a galera continua reclamando que por aqui não acontece nada...
Fiquem ligados nos eventos e aproveitem as mesas-redondas, peças de teatro, saraus e a cervejinha de fim de tarde na Praça. Abaixo, e em primeira mão, duas palestras muito fodas que vão rolar, só pra dar um gostinho.

Presença Italiana: WU MING 3 – De Luther Blisset à aventura Wu Ming de prosa coletiva: os revolucionários da literatura sem nome e sem rosto
O coletivo Wu Ming nasceu em 1994, na Itália, quando quatro rapazes de Bolonha criaram uma persona chamada Luther Blisset e, por meio dela, declararam-se em “guerrilha midiática” contra toda a sociedade do espetáculo e seu braço mais influente, a imprensa. Com a participação do Wu Ming 3 Luca Di Meo e mediação de Lena Kurtz e Cristiane Finger.


Presença Italiana – Ermanno Cavazzoni
Absurdos verossímeis e a busca de sentidos inusitados na literatura
Herdeiro da literatura pós-guerra e influenciado principalmente por Kafka, Beckett e Svevo, o escritor e professor universitário Ermanno Cavazzoni sabe que o absurdo nos rodeia e prefere associar-se a um humor nonsense e rir das situações a ter de simplesmente negá-las. Seu livro O Poema dos Lunáticos foi filmado por Federico Fellini (A Voz da Lua), tendo como co-roteirista o próprio Cavazzoni. O escritor será recepcionado por Donaldo Schüller e Antônio Hohlfeldt.